sábado, 24 de fevereiro de 2018

É contra Plebiscito, porque é contra Eleições Diretas

Li no correio do Povo que o Governador Sartori vai ao STF para evitar o Plebiscito, será que ele não está agindo como o Presidente Temer, procurando artifícios que possam adiar as eleições de 2018, querendo se manter no Poder, para vender tudo que pretendia vender e não conseguiu até agora, graças a alguns Deputados bem intencionados que ainda temos na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul.
Lembro que Sartori dizia que seu nome era Sartori e que seu Partido era o Rio Grande, pois esse mesmo repartiu o Rio Grande, dando um pedaço para cada ente da Iniciativa Privada, até as Escolas Privadas Sartori ajudou, com o fechamento de 239 escolas aqui no Estado, só na Capital foram fechadas 6 Escolas e Governo que Fecha Escolas, não investe no futuro do Estado.
Esse mesmo Governo comemora o Lucro do Banco que ele quer entregar para a Iniciativa Privada, o nosso Banrisul já está prometido, também e o Lucro foi grande conta do parcelamento dos Salários do funcionalismo público, que precisou gastar todo o cheque especial e por ter mergulhado em empréstimos, pagando juros para o Banco é assim que o Governo age quando quer vender o patrimônio Público.
Será que da para acreditar que o Partido de Sartori é o Rio Grande, ou entendemos errado, ele quis dizer vamos repartir o Rio Grande com os Amigos do PMDB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário